terça-feira, 29 de janeiro de 2013

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Go home

atravessar a calçada deixa-me mais próximo do foco oposto, quando o mesmo reflete movimentos inversos.
...de quem são as pessoas na rua?
onde anda você que nunca observou seus semelhantes?
a cidade está cheia de gente, embora ninguém se importe com o entardecer.
quando éramos crianças, brincávamos na rua, hoje temos receio de quem nela habita.
assim é o movimento, um constante anseio, sempre prorrogado, uma realidade à ter em conta a pulsão do desejo arrebatado.

Experimento Febril (Facebookizo)



pelo menos lento, lendo
pelo menos lendo, lento
lendo menos pelo lento
pelo menos tento!

Por Rodrigo Satis e Diego Max


sábado, 19 de janeiro de 2013

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Observante

"Até mesmo os personagens paralisados pela falta de sentido da vida moderna precisam beber água de vez em quando."

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Tríade de uma viagem

Absolutamente inimaginável, como uma fotografia em alta resolução.

No entanto, o silêncio que admira, investiga as chaves para o mundo da leitura visual.

E para que se entenda melhor o último prazer da noite que rompe o dia, basta adormecermos para uma narrativa simbólica de nossa imaginação.